Monday, September 29, 2008



a estupidificação e o entendimento crescem em conjunto


neste caso substituo a palavra entendimento por 'crescimento pessoal'.
e o que é isso de crescimento pessoal? mais um cliché na moda? onde proliferam livros e inúmeros cursos? não deveríamos todos ter ultrapassado a idade dos porquês?
- tudo isto pergunta a mente, o ser racional.

o EU e a mente são duas (chamemos-lhe) entidades distintas. é difícil compreender este conceito, mas quando integrado, faz-se luz.
aprendemos a distinguir entre mente/pensamento e sentimento/emoção/SER. a nossa natureza torna-se clara e o nosso objectivo também.

o nosso EU identifica-se de mais perto com toda a natureza e seres vivos e sente cada perda ou mal/dano infligido a cada ser vivo como um dano infligido a si próprio. o sofrimento do outro torna-se intolerável. é muito pouco tolerável também a tal estupidificação e embrutecimento de quem desumanamente mata, causa sofrimento dos mais variados modos a outras pessoas e animais e demais seres vivos.

a guerra torna-se um acto abjecto. incompreensível.


qual o objectivo de se ser senhor da guerra? e senhor da luta de poderes?


o ser humano engana-se e inicia jogos de consequências catastróficas para toda a humanidade.
e está convencido de que fica cá para todo o sempre a negociar e regatear os pedaços de terra em que dividiu o Planeta e a jogar com preços de acções e petróleo.

parece conversa de crianças e de concursos de beleza apelar à paz? meus amigos, que outro objectivo o desta estadia para além dela desfrutar preservando ao máximo o planeta que legaremos às gerações vindouras? que outro objectivo o da nossa estadia para além de passar o legado a alguém?
é que a vida acaba-se cedo. por vezes demasiado cedo... e quando há essa oportunidade, muitas pessoas pensam nos escassos momentos que por vezes antecedem a partida que se voltassem a nascer fariam tudo diferente.
o momento para tornar tudo diferente é HOJE.


isto tudo a propósito de quê?


da brutalidade que continua a existir contra os nossos animais, que desta vez bateu à porta de uma amigo meu, tendo encontrado mais um dos seus animais de estimação (o que seria o mesmo que dizer um dos seus familiares) morto por envenenamento.

a estupidificação e o entendimento caminham em conjunto. a esperança é que a primeira se transforme na segunda.

No comments: