Monday, May 21, 2007

Rota de Ítaca - Marcolino Candeias

.
Foto: Filipe Franco in http://clubezoom.blogspot.com/
Mas se tenho de partir que de novo eu parta
é talvez bem melhor do que ficarem
meus pés no cais chumbados em argola
meus olhos no horizonte ao sonho a velejar.
Que eu parta. E assuma o risco de partir
fender a bruma sobre este coração cerrada
colher num bojador espinhos perfumados
partir e não saber em que angra fundear.
Largar amarras. Ir decifrando
quantos portulanos na vida houver a decifrar.
E se no fim faltar o cais para a chegada
o mar também é terra onde morar.
Marcolino Candeias, Na Distância deste Tempo, 2002

1 comment:

Jose Augusto Soares said...

É o que falta a muito boa gente...o "risco de assumir".